Olá, queridos.

Quando convidada pelo aite para sugerir um lugarzinho, pensei: “O que poderia sugerir por agora, já que (por algum imbróglio documental junto à subprefeitura da Sé, algum desses assuntos que pouco conheço e que não tenho vocação para me interessar!) o Astronete, pequena casa noturna no Baixo Augusta, fechou as portas?

Certamente teria sugerido este como um local pequeno, quase claustrofóbico mesmo, mas com um atendimento, frequência e dj’s residentes capazes de tornar uma noite realmente divertida.

Aí me ocorreu sugerir um cantinho imaterial em que é possível frequentar diferentes lugares e personagens ao mesmo tempo, sento-me próxima às cerejeiras e eucaliptos do Parque Do Carmo, reserva de Mata-Atlântica na zona leste para frequentar o lugarzinho que desejei sugerir: a obra do escritor russo Fiódor Dostoiévski.

Admiráveis são os homens capazes de conceber idéias, mais ainda aqueles que as conseguem comunicar com clareza, mas há aqueles que conseguem acrescer à clareza, beleza; estes, para mim, são realmente poderosos. Dostoiévski é assim, um autor que sempre traz à superfície um lugarzinho escuro e profundo, poderosamente perigoso em seu texto. Não vou me atrever a resenhar nenhuma obra específica, apenas sugerir a descoberta, a beleza com que ele desenha e emoldura seus personagens como em “Crime e Castigo”, “Noites Brancas”, “Um Jogador” ou “O Grande Inquisidor” (uma célebre passagem dentro de outra grande obra). Ainda não li todos os seus livros, mas tenho freqüentado com interesse seus lugares e acho mesmo maravilhoso que possa visualizar a São Petersburgo reverberando bem, aqui na periferia de São Paulo onde nasci, através daqueles personagens de nomes tão complicados:

_ Raskólnikov, eu o lerei Francisco!… E Nástienka, posso lhe chamar Joana?

E eles sempre me respondem sim.

Este é o lugarzinho que tenho freqüentado com gosto e achei possível compartilhar e sugerir.

Voltando aos espaços físicos… Bem, o Astronete continua fechado, mas soube que vai reabrir, enquanto isso, está rolando uma festa chamada Free Astronete para matar saudades da casa. Lamentavelmente ainda não sei quando haverá uma próxima. Eu vou me informar, porque com certeza é lá que eu vou dançar a noite inteira.

Bem, obrigada mais uma vez, até, até

Marquee

Andréa Marquee é cantora, compositora e atriz. Atuou em diversos musicais como “Hair”, “Rent”, “Cats”, “Aída” e no filme “Orfeu”, de Cacá Diegues. Foi vocalista da banda Heartbreakers e fez parte do Programa Fama, da Rede Globo.

 

Veja outras cantoras que deram dicas para o Lugarzinho:

Endereço & Contato

Endereço:

Parque do Carmo

GPS:

-23.581743, -46.462333

Telefone:

-

E-mail:

-

Web:

-

Planejar minha Rota