Por Karina Del Monte Schiavon

Ubatuba me lembra os bons tempos de início de adolescência, quando eram poucos os condomínios verticais beirando a estrada desde Caraguatatuba, coisa que ao longo do tempo vem servindo para ocultar a beleza e imensidão do mar em boa parte do trajeto.

Naquela época, as casas de veraneio tinham muros e portões baixos, o que sempre facilitava o trabalho de conferir quem já estava por lá, dando pistas sobre a possibilidade de conseguirmos, na mesma tarde, formar uma turma na casa de algum dos amigos de temporada, talvez na minha, para uma bagunça juntos, fosse uma caminhada ou tocarmos violão sentados na areia. Felizes lembranças de Ubatuba…

Ao longo dos anos, o panorama foi ficando diferente e nos dias atuais, enquanto paz e tranquilidade deixaram de ser coisas rotineiras na maioria das praias, vale a pena conhecer aquelas que ficaram protegidas por empreendimentos residenciais particulares e que, apesar disso, ainda têm o acesso permitido a qualquer pessoa que queira visitá-las, como é o caso da Praia do Prumirim, a 23 Km do centro da cidade ao Norte, sentido Parati, passando pelas praias de Itamambuca e depois, do Félix.  O acesso à Prumirim se dá por via secundária que sai da Rodovia Rio-Santos (BR101), .

A Praia do Prumirim

Não, você não se enganou: a praia fica dentro de um condomínio, construído em uma área que no passado abrigava a uma vila caiçara; nessa propriedade há muitas casas e algumas pousadas, mas por enquanto tal universo particular não representa perigo para os que gostam do contato com a natureza e querem caminhar e mergulhar junto à Mata Atlântica.

Areia espessa e em tom amarelado e cerca de 1 km de extensão – essas são as primeiras impressões que se tem sobre essa orla. Mas Prumirim não é só isso: apesar de pequena, há nela alguns pontos ideais para a prática do surf, ao mesmo tempo em que, no canto esquerdo, onde o Rio Prumirim desemboca, o mar oscila calmamente, convidando para um mergulho revigorante a quem estiver dando bandeira por ali.

Muitos são os que escalam as imensas pedras na encosta para observarem a Ilha do Prumirim e o bonito visual que se forma no horizonte. Distante 900m da praia, pode-se chegar à ilha remando um caiaque, alternativa para os experientes que saibam nadar, contratando-se um barqueiro ou mesmo um pescador, todas essas locomoções de baixo custo se comparadas à outra opção, que são as escunas.

Escunas, aliás, sempre fazem pensar em volume de pessoas, o que por sua vez, remete àquelas imagens terríveis de malfadadas excursões e detritos deixados por elas, mas não se assuste: uma das ações voltadas à preservação da Mata Atlântica na região foi a expansão da área anteriormente delimitada para a Aldeia Boa Vista, comunidade indígena guarani fixada por lá há mais de três décadas. O nome dessa aldeia foi inspirado na beleza que envolve Prumirim.

Hoje, 5.420 hectares compõem a nova área identificada. É possível conhecer essa comunidade formada por 43 famílias, de acordo com o cacique Altino, e ouvir as conversas em guarani-mbya, sua língua original, desde que a visita seja previamente agendada. Veja no final dessa matéria as informações que o Lugarzinho disponibiliza para que você contate a Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba, a FundArt,  e programe a visita à Aldeia Boa Vista Tekoa Ñasdeva’e Yuy Marãeyre.

A Cachoeira do Prumirim

Com tantas coisas interessantes para ver e fazer, não dá para se queixar de tédio por ali: reserve um pouco de energia para banhar-se nas quedas d’água da Cachoeira do Prumirim.

A piscina natural formada por diferentes quedas é local sempre procurado pelos visitantes.

A nascente fica em meio à Mata Atlântica e forma a cachoeira que desce a serra, originando um poço entre as pedras na primeira queda, mais intenso, e outros mais suaves, porém tão ou mais relaxantes que o primeiro. Será muito fácil se esquecer da vida estando sentado em alguma pedra, tendo vista para o mar e recebendo terapêutica massagem nas costas, por isso, redobre a atenção se estiver com crianças ou idosos, combinado?

Ubatuba é um litoral de quase 100 Km que abriga praias de todos os tipos, ondas de todos os tamanhos, aventuras para todos os espíritos, e se praias desertas são cada vez mais raras de se encontrar, Prumirim é um lugarzinho especial, onde beleza e tranqüilidade não faltam e cuja visita será muito prazerosa!

Serviço:

FundArt  – (12) 3832-7732 | 3833-7000 | 3833-7001

Atendimento: 8h às 12h e 14h às 18h

Karina Del Monte Schiavon é editora do Lugarzinho

Endereço & Contato

Endereço:

Prumirim

GPS:

-23.379957, -44.960341

Telefone:

-

E-mail:

-

Web:

-

Planejar minha Rota