Por Karina Del Monte Schiavon

O nome não poderia se mais adequado. A Rota Alegria, da Rota Franciscana Frei Galvão, é cheia de cachoeiras, parques, mirantes e até bares, restaurantes e alambiques.

Ela começa em São Francisco Xavier, onde, antes de tudo, você deve passar no Centro de informações Turísticas para fazer sua credencial para as andanças ou pedaladas. Lembrando: não precisa de credencial, mas ela serve para você receber um certificado ao final do trajeto.

Antes de partir, porém, aproveite para tomar um banho na Cachoeira Pedro Davi, que fica bem pertinho e, quem sabe, até praticar um pouco de canoagem. Aproveite para comer, beber e se divertir no Pangea Bar (R. XV de Novembro, 97, Tel: 12-3926.1502) ou no Photozofia Arte & Cozinha (Largo São Sebastião, 111, Tel: 12-3926.1406).

 

1º Trecho

A estrada dali para Monteiro Lobato tem cerca de 30km, o que significa umas 10 horas de caminhada ou 3 de pedalada. É hora de respirar fundo, pensar na vida e começar a aventura entre árvores frondosas e fazendas centenárias.

Em Monteiro Lobato, é obrigatória a visita ao Sítio do Picapau Amarelo, local onde o escritor morou e que serviu de inspiração para muitas de suas obras. O casarão não pertence mais à família do autor, mas segue aberto para visitação e abriga objetos curiosos, como a cama da Tia Nastácia, e a antiga biblioteca de Lobato.

Como tudo na cidade é em homenagem ao autor, vale a pena “repor as calorias” com a comida de roça do restaurante Tia Nastácia (Largo Comendador Freire, 50, Tel: 12-3979.1238 e completar o deleite com os doces e queijos do vizinho bar Urupês (Largo Comendador Freire, 70, Tel: 12-3979.1122). Mas não dá para perder os pratos do Fideli’s Bistrô, da incrível Egilda Benevides (Praça A.S. Cunha Bruno, 40. Tel: 12-99758-6086. E é bom reforçar bem na comida porque daí pra frente é subida.

2º Trecho

De Monteiro Lobato a Santo Antônio do Pinhal a paisagem muda. São 41 km cheios de subidas, percorridas em 12 horas a pé ou 4 de bike. A recompensa são as hortênsias e os bosques repletos de sombra. E Santo Antônio, que é uma cidade pequena e aconchegante, e que esconde em suas estradinhas atrações como o Capril do Alemão e A Bodega.

3º Trecho

27 km, quase tudo na descida. Depois da 2ª etapa, isso é moleza. Dá até para fazer em menos de 9 horas a pé ou em menos de 3 pedalando, até chegar a São Bento do Sapucaí, cidade famosa pela Pedra do Baú, que terá que ficar para outra vez, senão ninguém aguenta. Desta vez, aproveite para curtir seu visual do restaurante Sabor & Arte (Tel 12-3971.1822), que fica na Estrada do Paiol, perto da Cachoeira dos Amores.

4º Trecho

É aí que o bicho pega. Mais 27 km, só que agora quase tudo de subida até a bela e famosa Campos do Jordão. O caminho é lindo e, normalmente, bem fresco, o que ajuda a fazer o percurso num tempo um pouquinho só maior que o anterior.

Em Campos, fuja da muvuca do centrinho de Capivari e curta a natureza. Acredite em nós: há muita coisa legal para se conhecer na cidade e não vale a pena disputar espaço com os turistas que procuram lojas e restaurantes caros.  Aproveite para fazer um passeio de bonde e depois quebrar um pouco as regras, devorando queijos e tomando um pouco de vinho no Boteco do Vinho ou na linda e agradável fazenda do Lenz.

 

5º Trecho

Esta é a última etapa, porém a mais puxada. São quase 66 km até Guaratinguetá e, mesmo para os mais atléticos, convém um pouco de precaução. Caminhando direto, só com pequenas pausas, vai quase o dia inteirinho. De bicicleta, leva de 6 a 7 horas.

No entanto, pode ser a melhor etapa para curtir a paisagem, já que se sai bem do alto, a quase 2 mil metros de altitude, e desce a Mantiqueira até o vale. O roteiro sai de Campos por perto do horto florestal e passa por perto do Pico do Itapeva, descendo a serra por uma estrada de terra de onde se avista várias cidades do Vale do Paraíba, como Taubaté, Tremembé, Pindamonhangaba, Aparecida e até a própria Guará.

Uma boa dica é programar um descanso no meio do caminho, que pode ser ainda na serra ou – o que pode ser mais gostoso e aproveitável – em um dos pesqueiros que surgem ao longo da Estrada Vicinal Presidente Tancredo Neves, já a menos de 10 km do centro de Guaratinguetá. Pode parecer pouca distância para quem já andou tanto, mas por isso mesmo a pausa pode ser divina!

Dali, um pouco mais descansado e feliz, siga seu destino até a Catedral de Santo Antônio, ponto final da Rota da Alegria. Parabéns! Descanse e prepare-se para a próxima: a Rota Conhecimento.

 

Karina Del Monte Schiavon é editora do Lugarzinho

 

Conheça os outros 4 roteiros da Rota Franciscana Frei Galvão:

Endereço & Contato

Endereço:

Rua 15 de Novembro, s/nº, São Francisco Xavier

GPS:

-22.912142, -45.959622

Telefone:
E-mail:

-

Web:

-

Planejar minha Rota